Exposições Antigas

Outubro / Novembro 2013

LANDS PROJECT

(…) O Desenho que projecta o desígnio dos Elementos. A ideia de uma mente disponível, vazia de qualquer conhecimento prévio, de um olhar contemplativo onde tudo se encontra pela primeira vez, a totalidade na acção, apreender o aqui e agora, um momento sem tempo, sem espaço, sem limites entre o que observa e o que é observado. Ser a mente silenciosa sem sujeito. Onde as coisas são inomináveis. O nome é o dedo que aponta, mas não é a coisa em si; é o que estagna e impede a constante transformação. O Nome é um conceito – acaba por ser uma rede confinada de conhecimento. Se eu conhecer pouco, verei pouco. E conhecer não pressupõe entender. Ao visitar imagens através do foco da minha intenção ou comparação, vou estar limitada ao cubículo da mente, sem tocar a essência das coisas.

O Verbo está lá para ser visto. Não tem nome: a proposta que pretende tocar a acção daquilo que nos circunda e redesenhá-la por intermédio do nosso olhar; a impressão, no sentido de ideia de paisagem; o projecto que permite a manifestação daquilo que a nossa ideia alcança; a Impressão subtil das coisas e dos ambientes que nos rodeiam.

Projectar algo, cocriá-lo numa arquitectura sem fim, nem objectivo. Movimentos circulares de constantes alterações onde a mudança não permite a estagnação. Tudo se transforma. Captar esses movimentos constante e invisíveis e plasmá-los. São frames que de outra forma seriam imperceptíveis ao olhar. Dir-se-ia que não existem. São impressões invisíveis, tornadas visíveis.

Os materiais representativos da matéria subtil que se altera em constância, unem-se. À partida a convivência entende-se impossível, mas pelas suas diferentes presenças, pesos e ânimos, ocupam espaços e ritmos específicos numa conjuntura de cores, valores e texturas desenhando o devir, o projecto.

Lands Project, é um convite para testemunhar transformações ténues, constantes e cíclicas. Um deambular da visão e da consciência mais subtil que existe em nós. Uma Impressão Abstrata de ambientes, estruturas e práticas.

O subtil tornado visível, complementado pela expressão física do registo. (…)

 

Susana Chasse

 

Lands Project – Susana Chasse

Outubro / Novembro 2013 LANDS PROJECT (…) O Desenho que projecta o desígnio dos Elementos. A ideia de uma mente disponível, vazia de qualquer conhecimento prévio, […]

Constructiones in Monasterio – Gil Maia

Março / Abril 2013 ” ...Quanto a esta última série de trabalhos ( Constructiones in Monasterio ), parece-me óbvia a continuidade dos espaços (teatrais) acima referidos […]

Arte de Bolso mod. 2012

Dezembro 2012 a Fevereiro 2013

Estruturas – Carlos Barão e Filipe Marques

Maio / Junho 2012 ESTRUTURAS Sob este título abrigam-se duas exposições individuais de pintura, de Filipe Marques e Carlos Barão. Como denominador comum encontrado entre ambas, o […]

Ases & Trunfos 2016 – Acervo aberto

Exposição colectiva de artistas consagrados,  com acervo aberto. Verão 2016 - Julho a Setembro Veja aqui o catálogo:

(A Suivre) – Miguelangelo Veiga

Março / Abril 2011 Sobre o ultimo grupo de trabalhos realizados  entre 2010 e 2011, o processo adoptado resulta da evolução natural dos trabalhos anteriores. (A […]

Em Trânsito – Carlos Barão

  Janeiro / Fevereiro 2011 «Carlos Barão tem sabido mergulhar nos processos de auto-reconhecimento, trazendo para suportes convencionais as linhas, arabescos, formas indecifráveis, objectos comuns que parecem apresentar […]

Nós entre imagem e palavra

Dezembro 2010 / Janeiro 2011 Pintura. Se num suporte for pintada uma árvore ou um braço, a pintura tem representada uma árvore, um braço; mas não […]

Acção Fenix 2.0 e instalação de Silvestre Pestana

Outubro 2010  

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com apk4phone.com tengag.com moviekillers.com