Areias Movediças – Pedro Valdez cardoso

Outubro 2010

A instalação “Areias Movediças”, de Pedro Valdez Cardoso, recria uma paisagem pantanosa integralmente realizada em lona militar, onde habitam elementos do mundo natural - uma árvore, folhas e plantas, limos e um elefante, bem como elementos civilizacionais, da acção do homem: latas, garrafas, caixote, esfregona, etc.

A peça uniformiza os diversos elementos através do material em que é feita; o natural torna-se artificial e o artificial natural, num jogo de aparência e de camuflagem, que a própria origem do tecido usado (lona militar) serve como metáfora.

“Areias Movediças” convoca ainda, num outro plano, a ideia de tempo, ao criar um lugar e uma situação específica – uma acção suspensa, que neste caso se traduz num elefante morto cujo corpo se afunda nas areias movediças de um pantano. O elefante surge pelo símbolo popular de memória que lhe está associado – “memória de elefante”.

Deste modo, a peça cria um conjunto de camadas possíveis de leitura ao espectador, as quais jogam precisamente com a sua própria memória, e no caso específico de Portugal, não poderá deixar de se lembrar ou evocar o passado referente à guerra colonial .

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com apk4phone.com tengag.com moviekillers.com